quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Convite à solidariedade.


Somos egoístas. Esta é uma verdade. Gastamos boa parte do tempo preocupados apenas com nossas crises existenciais, com nossas vontades. E para vencer o egoísmo é preciso lutar diariamente. Eu sei que este “post” está com uma cara totalmente “auto-ajuda” mas isso não me incomoda.


Quando se trata de egoísmo, existe uma ótima receita para vencê-lo: solidariedade. A vida tem me ensinado que ser solidário é um santo remédio e que o primeiro lugar para praticarmos a solidariedade é a nossa própria casa. Diariamente, entramos e saímos de casa e, muitas vezes, ignoramos totalmente os problemas daqueles que vivem conosco.


A solidariedade começa dentro das nossas casas e, aos poucos, se espalha pela vizinhança, até atingir lugares mais distantes. Nos momentos mais difíceis da minha vida, a solidariedade me tranquilizou. Funciona mais ou menos assim: você pensa que a sua vida está péssima mas, de repente, se depara com alguém que está MUITO pior que você. Mais impressionante ainda é perceber que esta pessoa (que está muito pior que você) consegue manter o sorriso no rosto e a confiança. Esse tipo de situação já aconteceu algumas vezes comigo e proporcionou importantes aprendizados.


Mas o que me levou a escrever sobre isso foi um panfleto que um carteiro me entregou esta semana. O panfleto traz um convite à solidariedade. Os Correios montaram, por todo o Brasil, várias Salas do Papai Noel, onde é possível adotar a cartinha de Natal escrita por uma criança carente. Esta iniciativa pretende incentivar as pessoas a transformarem sonhos em realidade.


Em Cuiabá, a Sala do Papai Noel fica na Avenida Tenente Coronel Duarte (mais conhecida como Prainha), nº 897, esquina com a Rua Comendador Henrique, no Centro da cidade. Os telefones para contato são: (65) 3901 2808 ou 3901 2811.


Para que esta e outras iniciativas dêem certo, só depende de nós. Então, mãos à obra! Vou escolher uma cartinha e depois conto a vocês como foi a experiência. Até breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário